Publicidade

in

Ações CVC: Comprar ou vender?

Sabia como comprar ou vender ações em nome da CVC

Acoes CVC Comprar ou vender
Acoes CVC Comprar ou vender

A CVC é uma das principais operadoras de turismo do Brasil. A companhia possui agências em várias cidades, atendendo milhares de turistas. Além disso, também é uma das principais empresas do setor listada na Bolsa de Valores, assim, as ações CVC (CVCB3) estão constantemente em pautas de recomendações e carteiras de investidores. 

Publicidade

No entanto, os primeiros meses de 2020 não foram fáceis para o mercado financeiro. O Ibovespa, principal indicador da Bolsa de Valores do Brasil, acumulou quedas e a própria B3 chegou a acionar seu mecanismo de parada para evitar quedas maiores. 

Publicidade

Publicidade

Olhando para o setor de viagens, turismo, aéreo e lazer, essa queda, junto com a crise, foi ainda mais sentida. Empresas que possuem relação com viagens viram suas receitas caindo e, consequente, suas ações desvalorizando. 

Publicidade

Neste cenário, muitos investidores estão questionamento se vale a pena comprar ações CVC, bem como de outras empresas do setor. Ao longo deste conteúdo, você encontra um panorama desses papéis e uma perspectiva para o futuro da empresa. 

Publicidade

O que vai acontecer com as ações CVC?

Ninguém consegue afirmar o que irá acontecer ao certo na Bolsa de Valores. O que podemos fazer é apresentar as perspectivas do mercado para as ações CVC. 

Quanto a isso, expectativa é que as ações da CVC continuem com um movimento de queda em 2020. Isso faz com que a perspectiva de crescimento no curto prazo não seja positiva, principalmente, por conta dos seguintes fatores: 

Publicidade

Publicidade

  • impactos da crise causada pelo coronavírus em todo setor de turismo; 
  • alta constante do dólar;
  • incertezas sobre a capacidade da empresa em superar a crise. 

Com essa perspectivas, podemos apresentar alguns fatores que servem de respostas para entender se as ações CVC são ou não boas oportunidades de investimentos. Confira:

É hora de comprar ações CVC?

Mesmo com esse cenário de incertezas, muitos investidores ainda questionam se vale a pena aproveitar essa oportunidade e comprar ações CVC. 

Publicidade

Para que essa resposta fique mais clara, é possível apresentar alguns fatores que contribuem para a construção de um cenário positivo para compra dessas ações e alguns fatores de alerta. 

Publicidade

Por que comprar ações CVC?

Contas a receber

O primeiro ponto que deve ser levado em consideração na hora de olhar com bons olhos a CVC é a quantia que ela tem para receber. Assim como a maioria das empresas do setor, boa parte dos pagamentos dos seus serviços é realizado por meio do cartão de crédito. Dessa forma, há ainda um bom caixa para entrar e há a possibilidade de antecipação desse valor, em uma eventual necessidade de liquidez financeira. 

Publicidade

Modelo de negócios do tipo “Asset Ligth”

Isso quer dizer que boa parte das despesas da CVC dependem da sua operação diária. É claro que, como qualquer outra empresa, há gastos que são independentes, no entanto, é possível dizer que essas contas são reduzidas em um momento de falta de operação de viagens.  

Vencimento das dívidas

Esse modelo de negócios faz com que boa parte de suas dívidas tenha vencimento em um médio e longo prazo. Com isso, espera-se que a CVC tenha tempo para se recuperar da crise que o mercado está vivenciando em 2020.

Publicidade

Publicidade

Medidas para superar a crise do coronavírus

Assim como várias outras empresas do setor, a CVC também adotou medidas para superar a crise dada pela pandemia do coronavírus. Entre as medidas, destacam-se a redução de investimentos em marketing, o corte do salário da diretoria e a renegociação de prazos com fornecedores. 

Por que não comprar ações CVC?

Impactos da crise

Assim como falamos quando abordamos o cenário imprevisível do mercado financeiro, esse fator também cai sobre a CVC. Ainda é cedo para dizer quais serão os resultados finais da crise e o quanto a empresa irá desvalorizar após esse período. 

Publicidade

Alto risco

Um dos principais motivos que chamam atenção dos investidores é o alto risco desse investimento. A CVC já vinha passando por problemas eventuais antes mesmo da crise causada pelo coronavírus, o que levanta ainda mais algumas incertezas para quem investe em suas ações. 

Publicidade

Erros na contabilidade

No dia 28 de fevereiro de 2020 a CVC divulgou, como fato relevante, que constatou erros em sua contabilidade. Assim, toda a divulgação de lucros e resultados ficou comprometida. 

Publicidade

A história das ações CVC, (CVCB3), na Bolsa

A CVC Brasil Operadora e Agência de Viagens S.A., ou popularmente conhecida apenas como CVC, figura entre as principais agências de viagens do Brasil e uma das principais operadoras de turismo da América do Sul. 

Fundada em 1972, como Agência de Viagens CVC, na cidade de Santo André, São Paulo. Desde sua fundação, a principal objetivo da operadora era fornecer excursões e pacotes completos de viagens, tanto para trabalhadores de empresas, quanto para famílias. 

Publicidade

Publicidade

Na década de 80, a empresa começou a fazer parcerias com agências independentes, possibilitando que essas também distribuíssem seus pacotes. Com essa estratégia, a CVC ficou popular no segmento e conseguiu aumentar suas atividades. Atualmente, segundo o site da empresa, são 8.000 agências credenciadas e 720 agências exclusivas em todo o Brasil.

Além disso, outro fator determinante para o crescimento da empresa foi a estratégia de aquisições. Ao longo da sua história, a CVC adquiriu outras companhias do setor, alguns bons exemplos são: a brasileira Submarino Viagens, e as argentinas Bibam Group e Ola.

Publicidade

Em 2013, depois de um ano marcado por bons resultados e crescimento da empresa, a CVC realiza a abertura do seu capital na Bolsa de Valores do Brasil. Dessa forma, ela passa a ser a primeira operadora de viagens do Brasil com ações no mercado financeiro. 

Publicidade

Em dezembro de 2014, cerca de 1 ano depois de entrar na Bolsa, a empresa anunciou que iria antecipar o pagamento de juros sobre capital próprio para os acionistas. Nessa data, foram liberados cerca de R$ 14,5 milhões para os investidores. 

Publicidade

Desde então, as ações CVC apresentam um desempenho de valorização, todavia, como já falamos, sendo afetado pela crise de 2020. 

Quando olhamos para os bancos listados na Bolsa de Valores, ao lado dos tradicionais Banco do Brasil, Itaú e Bradesco, temos agora o Banco Inter. Mas afinal, será que vale a pena investir nas ações do Banco Inter?

Publicidade

Publicidade

Acompanhamos nos últimos anos uma verdadeira revolução do serviço bancário. As novas tecnologias e inovações tornaram possível realizar boa parte das transações bancárias pela internet. 

Com isso, os bancos digitais ganharam o mercado e, consequentemente, chamaram a atenção de investidores. Desde que chegou a Bolsa de Valores, o Banco Inter, tem desempenhado um papel importante e agradado pessoas que aplicam seu dinheiro em suas ações. 

Publicidade

Ao longo deste texto, vamos apresentar os principais detalhes sobre as ações do Banco Inter. Desse jeito, você conseguirá entender se é um tipo de ativo que combina com o seu perfil ou não. 

Publicidade

História do Banco Inter

O Banco Inter foi fundado em 1994, então chamado de Intermedium Financeira. No começo, a intenção era atuar oferecendo crédito imobiliário. Porém, quando a empresa especializou-se em crédito consignado, passou a ser conhecida e a ganhar mercado. 

Publicidade

Em 2007, passou, finalmente, a oferecer serviço de crédito imobiliário. No ano seguinte, ganhou autorização para atuar como um banco. 

No entanto, a trajetória do Banco Inter que conhecemos atualmente começou em 2014. Nesse ano, ainda com o nome de Banco Intermedium, a instituição lançou a primeira versão da sua conta digital. 

Publicidade

Publicidade

Em 2016, foi beneficiado pela lei que facilitava a abertura de contas digitais e começou a focar sua operação nesse processo. Em 2017, aconteceu a mudança de nome. Atualmente, o Banco Inter funciona 100% como um banco digital, oferecendo aos usuários produtos e serviços exclusivamente online. 

O ano de 2018 marcou a chegada do Banco Inter à Bolsa de Valores do Brasil valendo cerca de R$ 1,9 bilhão de reais. Esse acontecimento é marcado como o primeiro IPO de uma fintech na B3 e sua oferta inicial de ações arrecadou R$ 721,9 milhões. 

Publicidade

Quais são as ações do Banco Inter?

Olhando para a Bolsa de Valores, podemos encontrar ações Banco Inter em 3 tipos diferentes: ordinárias, preferenciais e units.

Publicidade

BIDI4: as ações preferenciais do Banco Inter

São as ações do Banco Inter que não proporcionam direito a voto em assembleias. Mas, em contrapartida, garantem preferência em momentos de distribuição do lucro, ou seja, pagamento de dividendos ou de juros sobre capital próprio. 

Publicidade

BIDI3: as ações ordinárias do Banco Inter

BIDI3 são as ações do Banco Inter que concedem aos acionistas direito a voto nas assembleias corporativas. No entanto, quando acontece a distribuição de pagamentos, quem possui ações ordinárias recebe depois dos acionistas que possuem ações preferenciais.  

BIDI11: as units do Banco Inter

Units, ou certificados de depósito de ações, são pacotes que apresentam tipos de ações diferentes e variam conforme a empresa. No caso do Banco Inter, a unit BIDI11 contém 2 ações preferenciais (BIDI4) e 1 ação ordinária (BIDI3).  

Publicidade

Publicidade

Vale a pena investir nas ações Banco Inter?

Antes de apresentarmos os motivos para investir e os motivos para não investir nas ações do Banco Inter, é preciso falarmos que a resposta final deve ser baseada no seu perfil de investidor e nos seus objetivos. 

As projeções que fazemos são baseadas no histórico das ações e no desempenho do mercado como um tudo. Dessa forma, mudanças podem acontecer rapidamente e o que projetamos pode não ser concretizado. 

Publicidade

Entretanto, alguns detalhes são importantes e servem como base tanto para os motivos para investir nas ações do Banco Inter, quanto para os motivos de não investir. Confira: 

Publicidade

Motivos para investir nas ações do Banco Inter

Resultados positivos

Antes de falarmos sobre os desempenhos das ações e o cenário bancário, precisamos falar sobre o desempenho da empresa. Na primeira semana de abril de 2020, o Banco Inter soltou uma nota informando que havia alcançado a marca de 5 milhões de correntistas. 

Publicidade

Boa posição no mercado

Mesmo com um mercado composto por várias fintechs e bancos digitais, o Banco Inter consegue se manter entre as principais marcas. Assim, é constantemente lembrado pelos usuários em momentos de escolher um serviço. 

Inovação

Um outro ponto para ser considerado é a caminhada do Banco Inter em busca de novidades e novas funcionalidades para seus correntistas. Atualizações de sua plataforma, melhorias em seu produto são preocupações constantes da empresa, o que contribui para que os clientes fiquem satisfeitos com o que é oferecido. 

Publicidade

Publicidade

Pagamento de juros sobre capital próprio

Mesmo na condição de uma empresa nova na Bolsa de Valores, o Banco Inter já oferece pagamento para seus acionistas. Na última de semana de março de 2020, foi divulgada nota informando que, no mês de abril de 2020, haverá o pagamento de JCP equivalente a R$ 0,02317351571 por ação e R$ 0,06952054713 por unit. 

Motivos para não investir nas ações do Banco Inter

Momento de queda

A queda sofrida pelo mercado financeiro em 2020 em decorrência principalmente do coronavírus, afetou o desempenho das ações do Banco Inter. Nos 3 primeiros meses do ano de 2020, as ações do Banco Inter acumularam queda de 36,39%.

Publicidade

Operação cara

Mesmo com todos bons números de correntistas, a operação bancária é cara e isso gera resultado nas contas. Para você ter uma ideia, de acordo com os balanços divulgados, calcula-se que o prejuízo operacional no último trimestre de 2019, excluindo negociação, foi de R$ 21 milhões. 

Publicidade

Essas são as principais informações que você deve saber para tomar uma decisão de vale a pena investir no Banco Inter. É importante sempre destacar que não há nada que assegure uma mesma rentabilidade do passado e não há como prever o futuro. 

Publicidade

Dessa forma, o ideal é que você busque informações atualizadas a todo momento sobre todas as empresas que você deseja investir. Por isso, conte com a gente e continue lendo nossos conteúdos. 

 

Publicidade

Publicidade