Publicidade

Como Refinanciar um Veículo ainda Financiado? Vale a Pena?

Anúncios

A princípio, entender como funciona para refinanciar um veículo ainda financiado com todos os benefícios e malefícios que acontece é bem importante antes de fechar negocio.

Pensando nisso e em outros detalhes, trouxemos um artigo completo sobre como funciona para refinanciar um veículo ainda financiado sem tantos problemas e com algumas vantagens.

Publicidade

// NOVIDADE
Empréstimo Agibank
Emprestimo
Empréstimo Agibank
100% DIGITAL APROVAÇÃO ONLINE NEGATIVADO LIBERADO

Empréstimo Digital + Tarifa Reduzida e muito mais!

Você permanecerá em nosso site*
VEJA COMO SOLICITAR

Preparados? Acompanhe-nos! 

Anúncios

Como refinanciar um veículo ainda financiado?

Afinal, como funciona para refinanciar um veículo sem tantas burocracias e até com algumas vantagens?

Em resumo, para pedir o refinanciamento de veículo, será preciso ter em mãos os seus documentos pessoais do dono do veículo, além da documentação do automóvel e um comprovante de residência.

Além disso, em alguns casos, a financeira ainda pede documentos complementares, como extrato bancário e holerites, para servirem como comprovantes de renda.

Como refinanciar um veículo ainda financiado em 2021
Refinanciamento (Foto: Reprodução)

Vale ressaltar que, caso o solicitante tenha o nome negativado no Serasa ou no Serviço de Proteção ao Crédito (SPC), será mais difícil refinanciar um automóvel.

Caso todos os documentos sejam aceitos pela financeira, o carro ainda precisará passar por uma vistoria. Então, se o carro não estiver em boas condições de uso, o refinanciamento pode ser negado.

Etapas do refinanciamento

Entretanto, vale mencionar que existem várias etapas antes de refinanciar um carro com todos os benefícios que possui.

Anúncios

Isso porque para pedir refinanciamento de um carro terão que seguir determinadas etapas. Como funciona em várias financeiras cheias de vantagens.

Portanto, entenda que, até o momento da autorização, você terá que esprerar as seguintes fases, como por exemplo:

  • Simulação;
  • Envio de todos os documentos necessários;
  • Análise de crédito e vistoria do veículo por parte do banco com benefícios ao refinanciar;
  • Aprovação e assinatura do contrato;
  • Liberação do crédito entre cinco e dez dias.

Como funciona para refinanciar um veículo ainda financiado?

Primeiramente, o refinanciamento entra na modalidade dos empréstimos com garantia de bens. Ou seja, neste modelo, o automóvel funciona como garantia de pagamento.

Assim, caso o cliente não arque com as suas obrigações e deixe de quitar as parcelas, a financeira recebe o carro como compensação pela dívida.

Anúncios

Mas, como funciona para refinanciar um carro com todas as vantagens que possui?

Em resumo, para fazer esse tipo de empréstimo, a financeira escolhida usará o valor da tabela FIPE do automóvel como base de preço.

Então, a porcentagem do empréstimo é calculada de acordo com quanto o carro está valendo no momento da solicitação do empréstimo e varia de banco para banco.

Anúncios

Tem como refinanciar um financiamento?

Afinal, tem com refinanciar um financiamento? Sim, é possível refinanciar carro com muitos benefícios, pois essa modalidade não impõe qualquer tipo de restrição quanto a isso.

Entretanto, o que muda no caso de um veículo financiado é o simples fato de que será necessário seguir algumas regras, como, por exemplo:

financiamento
Financiamento de carro (Foto: Reproduçaõ)
  • Usar parte do valor obtido na transação para quitar a dívida.

Ou seja, caso o refinanciamento no valor de R$30 mil aprovado, mas o solicitante ainda precise pagar R$5 mil referentes às parcelas do carro. O valor recebido para uso livre será de R$25 mil. Já os outros R$5 mil usados para abater o que resta do financiamento.

Anúncios

Vale ressaltar que, em caso de um carro financiado, é comum que alguns bancos não aceitem seguir com o processo de carros que ainda possuem muitas parcelas a serem quitadas.

Como os bancos autorizam?

Contudo, entender como funciona esse tipo de empréstimo com o carro como garantia é importante, mas também analisar qual o melhor banco para o refinanciamento com todos os benefícios necessário.

Isso porque cada financeira possui suas regras para o processo de aprovação, por isso, é recomendável que você faça várias propostas.

No caso da Caixa Econômica Federal, um dos bancos mais acionadas para refinanciamentos, por exemplo, o percentual máximo de empréstimo liberado é de 70% do valor do veículo.

Assim, para entender qual o valor do automóvel, os bancos se baseiam na tabela da Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (Fipe).

Além disso, outra regra levada em consideração sobre como funciona para refinanciar um veículo com benefícios é o ano.

Pois se o automóvel tiver de três a cinco anos de fabricação, a Caixa não autoriza mais do que 60% do valor do empréstimo. Já outras financeiras podem refinanciar carros de até dez anos de existência.

Sendo assim, grande parte dos bancos oferece até 90% do valor do carro/moto. Um exemplo na prática ficaria assim: se o carro estiver valendo R$ 30 mil, o credor pode liberar até R$ 27 mil.

Porém, tudo depende da análise de cada banco em questão e das condições do automóvel, além da confirmação de quitação.

Como se organizar para pagar em dia?

Logo depois de entender como funciona para refinanciar um veículo com benefícios exclusivos, vale a pena saber como se organizar melhor.

O sucesso ou fracasso de um pedido de empréstimo irá depender da sua organização. Ou seja, é preciso analisar muito bem as condições apresentadas e a sua realidade econômica antes de tomar a decisão.

Mas caso o refinanciamento seja a melhor saída, é importante se certificar de que as parcelas serão pagas em sua totalidade e dentro do prazo.

Isso para evitar cobranças adicionais que só aumenta os juros. E por consequência, o valor total do empréstimo ou, até mesmo, na perda do carro para o banco.

Então, fazer planilhas para controlar os gastos familiares é sempre uma boa estratégia para não deixar saírem do controle.

Aliás, é importante ter em mente que a parcela do refinanciamento deve ser a primeira paga no mês. Ou seja, o dinheiro destinado a este fim não pode faltar.

As vantagens de refinanciar

Primeiramente, a principal vantagem são os juros menores. Então, se for comparar com os outros modelos, o refinanciamento é o mais vantajoso nesse quesito. Aliás, também em relação ao pessoal e ao rotativo.

Além disso, outro benefício é que o Banco Central permite o parcelamento em até 60x para refinanciar. Porém, isso varia de acordo com cada banco. Então, as parcelas serão de 48 a 60x.

Por outro lado, tem a vantagem de usar o dinheiro da forma que quiser. Logo, é uma boa opção para quem quer se livrar das dívidas.

Desvantagens

Em contrapartida, o automóvel não pode ter um período de fabricação maior a dez anos. Ou seja, carros mais antigos não conseguem refinanciamento.

Contudo, o estado de conservação do carro também influencia no valor. Assim, se o seu carro não está em bom estado de conservação, o pedido negado.

Entretanto, a maior desvantagem é que o cliente fica sem o carro, caso ele não pague. Pois, usa como garantia de pagamento o próprio. Assim, apreende-se caso não haja pagamento.

Aliás, outra dificuldade é vender um carro com financiamento não quitado. Dessa forma, é preciso encontrar um comprador disposto a pagar à vista. Assim, paga o valor restante com o valor.

Se isso não acontecer, a outra alternativa é encontrar alguém que assuma sua dívida. Desse modo, terá que arcar com toda a burocracia.

Confira:

// Financiamentos

Novo financiamento da casa própria corrigido pela poupança

A nova linha de financiamento da casa própria corrigido pela poupança, anunciada pelo Banco Itaú Unibanco, deve estar ampliando as possibilidades para aqueles que pretendem financiar a casa própria tão desejada. Conforme informações de especialistas na área financeira, a linha de financiamento da casa própria através da poupança é interessante em tempos de taxa básica …

Como Refinanciar um Veículo ainda Financiado? Vale a Pena? Leia mais »

CONTINUAR LENDO