Publicidade

in

Saúde Caixa Para Todos proposta aprovada

Saúde Caixa Para Todos proposta aprovada, em uma seção da assembleia histórica que acabou sendo realizada por meio eletrônico por conta da pandemia, entenda melhor.

Saude Caixa Para Todos proposta aprovada
Saude Caixa Para Todos proposta aprovada

Saúde Caixa Para Todos proposta aprovada, em uma seção da assembleia histórica que acabou sendo realizada por meio eletrônico por conta da pandemia causada pelo novo coronavírus, os empregados da Caixa econômica federal e suas previdências, aprovaram com cerca de 52,68% dos votos, a proposta final do banco no âmbito da Campanha Nacional dos Bancários 2020, como o comprometimento entre bancos em manter home office até fim da pandemia, por exemplo.

Publicidade

O Sindicato que continua na continua na luta, aos lado dos empregados e demais entidades representativas, em defesa da Caixa 100% Pública e da valorização dos trabalhadores, com o Saúde Caixa Para Todos sendo realmente para todos.

Publicidade

Publicidade

Saúde Caixa Para Todos proposta aprovada – Reajuste

O Reajuste de abono para bancários de 1,5% para salários + o abono de R$ 2 mil para todos. O qual é garantido em 12 meses valores acima do que seria obtido apenas com a aplicação do INPC para salários até R$ 11.202,80, isso sem contar que os Banqueiros querem acabar com a Participação nos Lucros e Resultados.

Publicidade

Já para o ano de 2021 a reposição da inflação + 0,5% de aumento para salários juntamente com as outras verbas, como VA, VR, auxílio-creche, valores fixos e tetos da PLR.

Publicidade

Como irá funcionar o Saúde Caixa?

Como irá funcionar o Saúde Caixa
Como irá funcionar o Saúde Caixa (Foto: Divulgação)

Em resumo, listamos algumas das maneiras que será feito para aqueles que pretendem fazer parte desse plano:

  • Fortalecimento do Grupo de Trabalho Saúde Caixa para que possam debater novo modelo para o plano, que só poderá ser implementado se houver consenso de todos.
  • Valores das Mensalidades: aproximadamente 3,5% por titular; 0,4% por dependente, no máximo de 4,3% por total do grupo familiar.
  • Maior facilidade de Inclusão de novos empregados ao plano, inclusive dos PCDs que ingressaram depois do ano de 2018.

Conheça também:

Publicidade

Publicidade