Publicidade

Criptomoeda: o que é moeda virtual e como investir nesse mercado

Publicidade

O artigo vai desvendar o que é uma Criptomoeda, a famosa moeda virtual; mas como funcionam suas transações no ambiente financeiro e é possível investir no dinheiro virtual com garantias atualmente?  

Muito se fala hoje em dia sobre a criptomoeda, porém grande parcela da população não entendem como a moeda virtual funciona na prática. Vamos usar esse espaço em nosso artigo para escrever um texto referente a esse tipo de dinheiro virtual.

Publicidade

Publicidade

 Há um tempo elas estavam super valorizadas, mas será que é seguro e como podemos investir nelas sem medo de errar? No mais, quais são os benefícios desse tipo de investimento hoje em dia. Além disso, veja 10 versões de criptomoedas mais bem cotadas do mercado!

O que é Criptomoeda

O que uma criptomoeda, a moeda virtual e como possível investir no dinheiro virtual com garantia.
Invista na criptomoeda. (Foto: Reprodução)

Eventualmente, podemos falar que a criptomoeda é um dinheiro como outro qualquer. Porém, com a diferença de ser movimentado no ambiente virtual. É importante, quando vamos falar sobre a criptomoeda, que ela não é emitida pelo Governo. Mas, tem valor grandioso na internet.

Publicidade

A famosa moeda virtual ou dinheiro virtual, chamamos como quisermos, chegaram e modificaram o ambiente financeiro do mundo. Muito se acreditava há um tempo que a moeda virtual, criptomoeda era o dinheiro do futuro. Será que isso é real?

Embora uma parcela da população não entenda ao certo como elas funcionam, o que não é difícil, você certamente irá entender melhor depois desse artigo. Sendo assim, vamos contar um pouco da história da Criptomoeda e como surgiram no ambiente online.

A princípio, a primeira criptomoeda que circulou no ambiente digital foi um Bitcoin em 2009, sobretudo a mais popular delas. E desde então, vem se desenvolvendo a cada dia que passa.

Depois de todos esses anos o dinheiro virtual, que era desacreditado antes, vem se revelando uma das principais moedas digitais da atualidade. Contudo, a criptomoeda é o dinheiro virtual que está rendendo muito para muitas pessoas.

Bitcoin é uma moeda virtual que teve uma grande valorização em 2017, com um recorde de US$ 20 mil de faturamento. Sobretudo, uma grande valorização de mais de R$ 100 mil em 2020. No entanto, a criptomoeda mais famosa, teve um reconhecimento e foi noticiada por ser considerado um dinheiro virtual de grande investimento no mercado financeiro.

Mas, como investir em criptomoeda hoje?

Depois do crescimento da criptomoeda muitas pessoas quiseram investir nelas. Mas, será que devemos tomar cuidado, ou é mesmo benéfico para o novo investidor? Quem não entende nada, o melhor mesmo é estudar sobre o assunto. Mesmo com a pandemia as criptomoeda obtiveram fortes avanços de investimento em 2020, como podemos ver, tiveram uma grande valorização. A princípio, o Bitcoin, por exemplo, atingiu mais de 340% no mercado financeiro.

Vendo por este lado, uma grande perspectiva para investimento. Portanto, é de suma importância estudar antes! Para os investidores, contudo, os mais otimistas essa é uma das melhores fases da moeda virtual.

Onde comprar e investir em criptomoedas?

A melhor maneira de investir em criptomoedas é procurar por uma boa corretora. Ainda mais, para aquelas pessoas que não entendem a fundo do assunto. Então, o modo mais confortável de investir nas moedas virtuais é pelo fundo de investimento, bolsa de valores e o p2p.

Melhores lugares para investir em criptomoedas no Brasil:

Quais as principais criptomoedas do mercado?  

Principais moedas virtuais. (Foto: Reprodução)

Uma das mais conhecidas, dentre as moedas digitais, é a Bitcoin, mas existe outras com mais características. É importantes conhecer, vamos lá!

1. Bitcoin

Bitcoin recebe a sigla de BTC uma das mais famosas criptomoedas do momento. Sobretudo é um sistema de pagamentos global criado em 2008. Sobretudo, com o intuito de substituir o dinheiro de papel e também eliminar a necessidade de existir bancos nas operações financeiras.

O site Bitcoin.org, um projeto ambicioso publicou através de Satoshi Nakamoto, pseudônimo de um programador responsável pelo dinheiro virtual, nunca se soube quem realmente era, ou eram esse “Grupo” de programadores, pois nunca foram identificados.

De acordo com o artigo de Nakamoto os programadores estabeleceram que será feito um número máximo de 21 milhões de criptomoedas BTC em circulação, entretanto, possivelmente a última moeda será minerada no ano de 2140.

2. Criptomoeda Ethereum

A segunda criptomoeda existente em nossa lista é a Ethereum (ETH). A moeda digital foi criada em 2016, mas como nada é flores, um hacker encontrou uma falha no sistema e roubou a criptomoeda Ethereum. Contudo, foram mais de US$ 50 milhões em Ether roubadas.

 E foi assim  que a comunidade teve criar uma nova rede para a moeda virtual ETH.

3. Criptomoeda Ripple

O Ripple (XRP) é um protocolo de pagamento que surgiu em 2011. Sua principal característica é a plataforma que tem como objetivo oferecer suporte para uma grande rede tokens, bem como as moedas tradicionais.

Ryan Fugger, o empresário Chris Larsen e o programador Jed McCaleb, foram os criadores da criptomoeda Ripple em 2012. O sistema oferece a negociação de várias criptomoedas, até a famosa BTC.

4. Bitcoin Cash

Apresentamos Cash (BCH). Na realidade, esta criptomoeda é uma nova versão da original BTC, com intuito de aperfeiçoar a moeda virtual principal.

O Cash possui um limite diferenciado de tamanho de bloco de 8 MB, bem maior que o de 1 MB do moeda virtual BTC anterior. Ou seja, é mais transações com mais agilidade. Outra diferença da criptomoeda original são as taxas mais baixas.

5. Binance Coin (BNB)

Está não é uma criptomoeda das mais populares, mas sua capitalização está em torno de US$ 77,5 bilhões e valor aproximado de US$ 505 por unidade.

6. Dogecoin

DOGE é criptomoeda criada em 2013 com a proposta de ser a moeda virtual mais “divertida” do mundo. Todavia, tem como símbolo um cão da raça Shiba Inu.

7. Cardano

Cardano (ADA) é nova, surgiu em 2017, contudo, é uma criptomoeda que está em fase de consolidar-se com o mercado financeiro de moedas virtuais. Contudo, acumula US$ 39 bilhões. Cardano é um produto que pretende se tornar, no futuro, uma das principais moedas virtuais no cenário financeiro mundial.

8. Polkadot

Conhecida como DOT arrecada cerca de US$ 33 bilhões em capitalização e vale mais ou menos US$ 35 cada.

9. Litecoin (LTC)

Litecoin foi criada e lançada em 2011, a moeda virtual aponta mais de US$ 17,8 bilhões de capitalização de mercado.

10. Criptomoeda VeChain (VET)

Para finalizar, VeChain é uma plataforma criada no ano de 2015 em Cingapura. Atualmente, o VET vale US $ 0,004656. VeChain tem maior fluxo nos setores de alimentos, medicamentos, organizações governamentais, logística e agricultura.

Investir Criptomoeda é uma boa opção?

A moeda virtual se declara segura, o que é um ponto positivo, mas recomenda-se tomar cuidados, pois existe riscos. Sobretudo, como é um produto digital sempre há riscos, mas é dinheiro! Caso o arquivo se perca, pode dar prejuízos sérios aos investidor.

Leia também: Como funciona o Banco Central do Brasil e como surgiu