Publicidade

Entenda como funciona o rendimento poupança com dicas valiosas!

Anúncios

Em primeiro lugar, não é tão difícil como imaginam aprender como funciona o rendimento da poupança e qual o valor que terá mensalmente, sem contar as vantagens que possui.

Além disso, quando se entender como funciona o rendimento da poupança, é natural procurar sobre suas vantagens, desvantagens, valores de taxas e muito mais.

Publicidade

Portanto, ainda nesse artigo falaremos mais sobre o que é rendimento da poupança e quais os benefícios que o cliente possui ao depositar um determinado valor calculando qual será a renda mensal.

Aliás, mostraremos também 4 opções de investimentos parecidos com a poupança, mas que servem de alternativas caso não se identifique com a mesma.

Anúncios


Como funciona a Poupança de acordo com cada valor?

Afinal, como funciona e qual o valor do rendimento na poupança com todas as vantagens que possui? Em resumo, a poupança é uma aplicação de renda fixa simples e acessível para todo mundo.

Além disso, até menores de idade também podem ter uma conta em seu nome, desde que sejam representados ou assistidos pelo pai, mãe ou responsável legal.

Anúncios


Assim, para ter acesso, basta escolher um banco de sua preferência, apresentar alguns documentos necessários para a abertura da conta e aguardar a aprovação.

Como funciona a Poupança de acordo com cada valo
Como funciona a Poupança de acordo com cada valo (Foto: Reprodução)

Mas vale destacar que os benefícios, independente de qual o valor, o rendimento poupança é o mesmo em qualquer banco, o que é bem interessante. Portanto, a escolha do banco não vai influenciar no retorno do investimento.

Serviços do rendimento da poupança

Contudo, a seguir mostraremos melhor como funciona o rendimento poupança e algumas de suas vantagens de acordo com qual valor seja o investimento de cada cliente, com serviços diferenciados, como por exemplo:

1 – Taxas e custos do rendimento poupança

Anúncios


A princípio, um ponto a favor da poupança é o fato de ser isenta de custos. Na verdade, a cobrança de tarifas de abertura ou de manutenção, taxas de administração, é proibida.

Além disso, também não tem incidência de tributos. Os rendimentos da caderneta não pagam Imposto de Renda.

Anúncios


Mas o fato de ser um investimento isento não elimina a necessidade de, por exemplo, incluir a poupança na declaração anual de Imposto de Renda. Pois quem está obrigado a fazer o ajuste precisa declarar os valores de rendimento poupança a partir de R$ 140.

2 – Liquidez

Entretanto, a facilidade para resgatar uma aplicação é uma das principais vantagens de como funciona o rendimento poupança não importando qual o valor investido.

Isso porque essa é uma tradução possível para o conceito de liquidez, que no caso da caderneta, é maior. Além disso, ao solicitar um resgate, os recursos caem na conta corrente na hora, de maneira simples e nada burocrática.

Contudo, na prática, o valor do rendimento poupança tem liquidez diária, porque os resgates são feitos a qualquer momento, sem complicação o qual vale a pena investir.

3 – Aniversário da poupança

Anúncios


Por outro lado, mais uma das vantagens de entender como funciona e qual o rendimento poupança independente do valor, é o cronograma de aniversario.

Embora tenha liquidez diária, o rendimento do valor na poupança funciona de um jeito diferente de outras cadernetas.

Em resumo, o rendimento da caderneta mensalmente apenas na sua data de “aniversário”, que é o dia do mês em que o depósito foi feito.

Assim, uma aplicação realizada no dia 15 de um determinado mês só fará jus à remuneração exatamente no dia 15 do mês seguinte. Mas se sacar o dinheiro no dia 9, perde-se todo o retorno do período.

4 – Garantias do valor de cada rendimento poupança

Em contrapartida, a poupança conta com a proteção do FGC (Fundo Garantidor de Créditos), mantido pelas financeiras.

Primeiramente, o FGC assegura que, em caso de calote ou quebra do banco, quem tem dinheiro aplicado na caderneta receberá de volta até R$ 250 mil.

Entretanto, lembre-se que a garantia do FGC é por CPF e por financeira. Portanto, se um investidor tiver uma poupança e também aplicações em CDBs de um banco que apresentar problemas, a garantia de R$ 250 mil valerá para todas elas.

Qual é o Rendimento do valor da Poupança?

Logo depois de entender como funciona o rendimento poupança e algumas de suas vantagens e serviços, chegou o momento de entender mais sobre qual o valor de cada investimento.

A princípio, a regra de rendimento da poupança foi a mesma durante tanto tempo que muita gente ainda não conhece suas mudanças.

Isso porque ela já oferecia juros de 6% ao ano quando foi criada, no século 19, pelo imperador Dom Pedro II.

Por isso, ainda tem quem acredite que a remuneração é sempre de 0,5% ao mês, mais a variação da Taxa Referencial (TR).

Entretanto, as regras de remuneração mudaram no ano de 2012. Aliás, elas valem para todos os bancos, o que significa que você receberá sempre o mesmo na poupança, não importa onde.

Foi estabelecido um gatilho que muda o rendimento conforme o patamar em que se encontra a Selic, a taxa básica de juros da economia brasileira, como por exemplo:

  • A princípio, se a Selic estiver acima de 8,5% ao ano, o rendimento da poupança será de 0,5% ao mês mais a variação da TR;
  • Mas se a Selic estiver igual a ou abaixo de 8,5% ao ano, o rendimento da poupança equivalente a 70% da Selic mais a variação da TR.

Conta poupança ou caderneta de poupança?

Afinal, qual a diferença entre conta e caderneta de poupança? Em resumo, é importante explicar que o termo “poupança” é relacionado tanto a conta poupança quanto a caderneta de poupança.

Assim, a caderneta de poupança é um investimento de baixo risco controlado pelo governo federal para arrecadar recursos.

 Conta ou caderneta de poupança
Conta ou caderneta de poupança (Foto: Reprodução)

Em contrapartida, a conta poupança é oferecida pelos bancos para que os correntistas possam aplicar na caderneta.

Ou seja, exatamente por ser controlada pelo governo federal que há tão pouco risco, o que também explica o rendimento da poupança ser igualmente baixo.

Mas como o valor do rendimento da poupança é calculado?

Conforme explicamos acima, o rendimento da poupança está ligado a duas taxas no mercado brasileiro: a Selic e a Taxa Referencial (TR).

Nos dias de hoje, o rendimento da poupança está fixado em 70% da Selic + TR e a liquidez do investimento é diária, o que é bom entender como funciona. Pois isso significa que você pode sacar os valores que investiu a qualquer momento.

Conheça 4 investimentos que rende mais que a Poupança

Logo depois de entender como funciona o rendimento poupança, qual o valor de cada taxa e todas suas vantagens chegou o momento de conhecer outros meios de render seu dinheiro.

Pois existem vários outros investimentos de renda fixa que podem render mais do que a poupança, como por exemplo:

  • CDBs;
  • LCIs e LCAs;
  • Títulos públicos;
  • Fundos de renda fixa.

1 – CDBs

Em resumo, os CDBs (Certificados de Depósito Bancário) são títulos emitidos pelos bancos para levantar dinheiro e financiar suas atividades de crédito.

Ou seja, quem compra um CDB faz uma espécie de “empréstimo”, em troca de uma remuneração.

Além disso, uma diferença para a poupança é que a rentabilidade dessa aplicação é creditada diariamente e não apenas mensalmente, na data de “aniversário”.

Portanto, os CDBs mais comuns são pós-fixados e oferecem como remuneração um percentual de algum índice de referência de renda fixa, como a Selic ou a taxa do CDI (Certificado de Depósito Interfinanceiro).  Ou seja, em alguns bancos, essa rentabilidade é baixa quanto a da poupança (de 70% do CDI, por exemplo).

2 – LCI e LCA – Rendimento da Poupança

Por outro lado, as letras de crédito, seja imobiliário (LCI) ou do agronegócio (LCA), funcionam em uma lógica muito parecida com a dos CDBs que acabamos de explicar.

Isso porque a principal diferença é que os bancos que as emitem terá alguma atividade de crédito relacionada a um desses dois setores.

Também nesse caso, as letras mais comuns são as pós-fixadas. Mas elas oferecem uma remuneração um pouco menor que a dos CDBs. É um pouco mais raro, por exemplo, encontrar opções que paguem mais do que 100% do CDI.

Isso poias as LCIs e LCAs são isentas de Imposto de Renda para pessoas físicas, assim como funciona na poupança.

Como essa é uma vantagem grande para os investidores, as financeiras conseguem negociar rentabilidades menores e, ainda assim, manter a qualidade desses produtos.

3 – Títulos públicos

Aliás, se quem compra um CDB empresta dinheiro para o banco, quem aplica em títulos públicos empresta dinheiro para o governo em troca de um rendimento baseado em juros.

Então, com esses recursos, a máquina pública funciona: eles servem para fazer investimentos e manter os serviços funcionando.

Além disso, os títulos púbicos são considerados os investimentos mais seguros do Brasil. Afinal, quem os emite é a mesma entidade que imprime o dinheiro do país.

Por outro lado, tem duas diferenças fundamentais entre os títulos públicos e a poupança. Em primeiro lugar, existem taxas. É preciso pagar uma tarifa de custódia à B3 (a bolsa de valores é quem organiza o sistema).

Mas a segunda diferença é o fato de que os títulos públicos têm seus rendimentos tributados. Ou seja, as alíquotas são as mesmas aplicadas aos CDBs (15% a 22,5%, dependendo do período).

4 – Fundos de renda fixa

Por fim, os fundos que investem em serviços que pagam juros conhecidos como fundos de renda fixa. No caso, eles são opções muito comuns nos bancos e outras financeiras e rendem mais do que a poupança também, dependendo de cada gestão. Entretanto, as principais diferenças são como, por exemplo:

  • Primeiramente, os fundos de renda fixa não contam com garantia do FGC;
  • Eles envolvem custos, com a cobrança de taxa de administração;
  • Tem incidência de Imposto de Renda sobre os rendimentos oferecidos aos investidores.

Vale a pena investir na Poupança?

Por um bom tempo, a poupança foi única opção de investimento para grande parte dos brasileiros. Entretanto, nos últimos anos o mercado se modernizou e essa situação de muitos melhorou.

Ou seja, a poupança continua sendo uma aplicação sem burocracia. Isso porque não exige uma grande reflexão, pois basta transferir o dinheiro da conta corrente para a caderneta.

Em contrapartida, o valor do rendimento poupança é muito baixo e o ganho real, próximo de zero ou até menos o qual não oferece muitas vantagens para seus clientes.

Portanto, para saber se vale a pena não, entender como funciona o rendimento poupança e suas taxas também considerada na hora de investir.

Ou seja, qualquer tipo de investimento vale a pena de acordo com cada tipo de cliente e a maneira que pretende investir. Busque sempre o melhor lhe trará rendimentos e supra suas necessidades financeiras, sem burocracias.

Confira:

// Dicas Financeiras

CPF negativado: Veja se seu nome está sujo e como regularizar

Para que o cliente fique com o CPF negativado, geralmente tem dívidas atrasadas, não paga dentro do prazo de vencimento, pode estar com o restrição no nome. Ou seja, será necessário regularizar CPF. Pensando nisso, troxemos esse artigo para tirar dúvidas e explicar melhor meneiras de limpar seu nome. Como saber melhor sobre meu CPF …

Entenda como funciona o rendimento poupança com dicas valiosas! Leia mais »

CONTINUAR LENDO

Conta Digital + Tarifa Zero e Sem Anuidade!

VEJA COMO SOLICITAR➝